Autoconhecimentoreprogramação mental

AutoImagem: A surpreendente verdade que nunca contaram a você sobre quem verdadeiramente você é

autoimagem
AutoImagem: A surpreendente verdade que nunca contaram a você sobre quem verdadeiramente você é
(5) 100% (3) votos

Você já parou para pensar que sua autoimagem tem tudo a ver com o lugar que você se encontra hoje?

Como você tem visto a si mesmo? Como está sua autoimagem?

Acredito muito que uma autoimagem positiva tem tudo a ver com uma percepção de mundo positiva também.

Uma percepção positiva é fundamental para se atrair coisas positivas também.

Muitas pessoas hoje em dia têm vivido vidas infelizes porque tem uma autoimagem de si totalmente negativa.

Não conseguem apreciar nada na vida, simplesmente pelo fato de não apreciarem a si mesmas.

Não conseguem desfrutar das coisas boas que a vida oferece, pois não conseguem sair da caverna interna que a sua autoimagem negativa tem construído.

Pense bem em como sua vida poderia ser totalmente diferente se simplesmente você alterasse a forma como você vê a si mesmo.

E é justamente sobre isso que quero conversar com você, sobre a construção de uma autoimagem positiva que irá te levar a viver uma vida muito mais feliz e completa.

Será que você se vê de forma adequada?

Sabe o que precisa fazer para passar a se ver de uma maneira positiva e clara?

Quer a resposta para essas e outras perguntas?

Fica comigo nesse artigo e vamos aprender a construir uma autoimagem ideal que tem tudo a ver com você.

Pois iremos falar sobre:

– O que é autoimagem?

– Como o sucesso se relaciona com sua Autoimagem?

– Como a sua autoimagem é formada?

– Os três Eus

– Conhecendo os seus 3 Eus

– Reprogramando a sua autoimagem

Gostou do que está por vir?

Então compartilhe esse post com seus amigos e ajude cada vez mais pessoas a transformarem a sua autoimagem.

Facebook

Twitter

Linkdin

Google+

O que é autoimagem?

autoimagem - o que e autoimagem

Autoimagem como a própria palavra diz, é a maneira como você vê a si mesmo em sua imaginação.

Sua autoimagem tem tudo a ver com sua programação mental.

Por isso ela é muito poderosa, e o seu comportamento é totalmente afetado pela maneira como você vê a si mesmo.

Ou seja, sua autoimagem dita para você todas as regras da sua vida.

Dizendo para você como agir, como falar, como se proteger, tudo isso baseado no tipo de pessoa que você pensa que é.

A questão é que muitos nem mesmo percebem que tem uma autoimagem de si, até que chega o dia em que resolvem procurar.

Você mesmo já conheceu pessoas (essa pode ser você rs) que são bastante atraentes, bonitas e charmosas, mas que se veem como gordas, feias e até velhas demais.

E como não acreditam em si mesmas como pessoas bonitas que são, os outros acabam que concordam com o que você também vê.

Se você se vê como uma pessoa feia e velha, vai ficar até desestimulada para cuidar de si.

E a sua profecia acaba se realizando, e realmente as pessoas começam a te ver dessa forma.

Você já deve ter visto pessoas que ganham uma quantidade incrível de dinheiro e que perdem com uma facilidade muito grande, isso não acontece por acaso.

Estudos comprovam que isso acontece como consequência de uma autoimagem.

Até aquele que luta para conquistar o seu salário suado, não pode desfrutar dele, pois acaba desperdiçando todo.

Acabam que encontram alguma maneira de perder o dinheiro, emprestando, comprando coisas inúteis ou até mesmo fazendo apostas.

Isso tudo acontece quando essa pessoa passa a acreditar que está recebendo mais do que merece.

Como você vê a si mesmo também acaba afetando a maneira como as outras pessoas pensam ao seu respeito.

Se você não sabe, mais de 90% da nossa comunicação é feita de forma inconsciente, ou seja, você não precisa arquitetar ou estruturar um pensamento para se comunicar.

E as pessoas com quem nos relacionamos sempre interagem conosco baseado na nossa linguagem corporal, no nosso tom de voz e os sinais emocionais que transmitimos.

Mesmo que nós utilizemos palavras positivas, podemos transmitir através da nossa linguagem corporal uma mensagem totalmente diferente.

Como o sucesso se relaciona com sua Autoimagem?

autoimagem - como o sucesso se relaciona com sua autoimagem

O que a sua autoimagem tem a ver com sucesso ou fracasso? Podemos afirmar que tudo.

Todo fracasso acaba reforçando a imagem que você vê em você, autoimagem negativa.

É muito raro o sucesso externo alterar sua autoimagem para melhor.

Não importa a quantidade de bens que você tem, sua situação financeira, ou fama.

Infelizmente nada disso irá te trazer satisfação se você não se sentir bem com você mesmo.

Na verdade, o que acontece é que muitas pessoas que possuem muitos bens, ou que acabam dando a impressão de que possuem tudo não suportem a si mesmas.

Mas isso não é algo que tem atingido só os ricos e pessoas famosas.

Quase todo mundo, em uma certa medida, esconde ou compensa uma parte de si mesma da qual não gosta.

Por muito tempo, eu pensei que só me sentiria bem comigo mesmo se eu fosse milionário e pudesse ter várias mulheres bonitas ao meu redor. (Que mediocridade)

E esse é um dos motivos de muitas pessoas se sentirem vazias o tempo inteiro.

Conquistam bens, mas não conseguem conquistar a si próprios, e vivem uma vida infeliz.

Como a sua autoimagem é formada?

autoimagem - Como a sua autoimagem é formada

Muitas das mensagens que você recebeu na sua infância do seus pais foram positivas, mas nem todas.

Se você como eu foi alguma vez chamado de “burro”, “ingrato” ou “danado” é muito provável que você tenha absorvido todas essas sugestões negativas junto também com reforços positivos.

Até a idade de 8 anos você recebeu aproximadamente 100 mil nãos.

Foram colocadas crianças com 4 anos de idade com micro gravadores na orelha para escutar e gravar o que elas escutam em 24 horas.

Para cada elogio elas receberam 9 repreensões. Então o que acontece?

A sua auto-estima começa a ser lesada.

O que entendemos com isso?

Que passamos a ter 3 personalidades, ou podemos chamar também de os 3 Eus.

Um eu que sou eu de fato.

Outro que apresento para os outros.

E outro que você esconde.

E que você acaba gastando uma energia vital muito grande tentando separar um do outro. (Iremos falar disso mais adiante)

Existem pesquisas que demonstram que, mais ou menos aos 14 anos de idade, 98% dos adolescentes possuem uma autoimagem negativa.

E isso acaba piorando com o tempo.

“Se existem uma palavra para descrever bem o que acontece na adolescência, essa palavra é confusão. E a confusão é sentida com tamanha força que pode, facilmente, interferir em sua autoimagem fundamental. É um quadro triste: o jovem se sente insignificante, desamparado, impotente, socialmente inaceitável, inferior – e, em alguns casos particularmente ruins, desprezado e indesejado. Por mais triste que pareça, a imagem era bem precisa quando foi construída, não por você mesmo, mas pelas atitudes e opiniões dos outros. E nesse estágio a natureza fez a mais indigna das brincadeiras: você cresceu, mas a sua autoimagem, não. É por isso que há tantas pessoas que não alcançam tudo o que gostariam em suas vidas” – J. H. Brennan

Muitos dos problemas que eu acarretei para a minha vida, foram decorrentes de uma autoimagem negativa.

Chegou um determinado momento em minha vida que tive que dar um ponto final nessa história.

Era hora de fazer mudanças fundamentais.

Tomei a iniciativa de assumir a responsabilidade por minha própria vida.

Portanto, precisei dar alguns passos para me responsabilizar pela escolha de como enxergar a mim mesmo.

Decidi começar a perseguir um novo sonho: desenvolver uma habilidade excepcional para entender e criar a excelência humana com o coração.

Não apenas sucesso, mas felicidade e realizações.

Reflexão: Você ainda não está levando a vida com a qual sempre sonhou porque está desperdiçando muito de seu tempo e energia escondendo do mundo a sua autoimagem negativa.

Quando toda a sua energia é utilizada para manter a ilusão do que que você projeta e esconder de tudo e de todos a imagem de seu eu temido, a voz baixa e mansa do eu verdadeiro – quem você realmente é – mal pode ser ouvida.

Os três Eus

autoimagem - os tres eus

Em nossa natureza essencial, está o nosso verdadeiro eu – a realidade do que verdadeiramente nós somos.

Mas, sobre o eu verdadeiro vem a autoimagem negativa que é aquela parte de nós – com todas as complicações, fraquezas e sentimentos.

Está aquela camada de vergonha, medo e culpa, que é justamente a pessoa que tememos ser.

E assim para termos convicção de que realmente as pessoas gostam de nós, nos aprovem e nos deem amor e dinheiro, acrescentamos mais uma camada sobre o nosso eu temido: a pessoa que fingimos ser.

Se formos excelentes fingidores, essa camada mais externa será a única que os outros conseguirão enxergar.

Na verdade, nós fazemos um esforço tremendo para que ninguém note nossas deficiências que esquecemos totalmente que existe um outro eu, real, sob ela.

Reflexão: “Quando você começa a escavacar para revelar seu eu verdadeiro, que está escondido sob a pessoa que você teme ser e a que finge ser, você assume o leme da própria vida. E quando seu eu verdadeiro está pilotando o barco, você age com mais naturalidade, alegria e autenticidade.”

Conhecendo os seus 3 Eus

autoimagem - conhecendo os tres eus

Vamos agora fazer um exame minucioso dos seus três Eus e ver como eles se relacionam com a sua vida.

Reflexão: “A vida não analisada não vale a pena ser vivida.” – Socrates

O Eu dissimulado: Quem você finge ser

O eu dissimulado é a imagem que você mostra para os outros.

Com muita frequência, ela é baseada menos em quem você realmente é e mais encobrir quem você tem medo de ser.

Pergunte a si mesmo e responda as seguintes questões:

Como você gosta de ser visto?

Que aspectos da sua personalidade você espera que as pessoas percebam em primeiro lugar?

O que é mais importante que todos saibam a seu respeito?

Se a sua vida estivesse tentando provar algo sobre você, o que seria?

A autoimagem negativa: Quem você tem medo de ser

Se alguém lhe ofender com uma palavra a qual você não se identifica, raramente terá uma carga emocional vinculada.

Se algo nos deixa chateado, em geral é porque, em algum nível, nós acreditamos que possa ser verdade.

Mas aqui vai uma reflexão para você entender o que eu estou querendo dizer.

Reflexao: Quaisquer traços “negativos” que você identificar não são realmente seus – eles pertencem à sua autoimagem negativa e foram programados na sua mente quando você era criança. Ao identifica-lo de maneira honesta, você estará pronto para se libertar deles!

Não é nada fácil encarar os nossos medos, principalmente quando se trata de quem e o que somos.

É de se esperar que tenhamos passado grande parte da nossa vida evitando fazer exatamente isso.

Por esse motivo as perguntas a seguir são direcionadas para alguns pontos relacionados a autoimagem negativa e não para autoimagem negativa em si mesma.

Qual é o oposto de cada um dos trações do seu eu dissimulado?

Quais dos seus segredos serão descobertos somente depois de sua morte?

Quem é a pessoa de que você menos gosta e por quê?

O eu verdadeiro: Quem você realmente é

Quando identificarmos os verdadeiros traços e as características de seus três eus, você liberta a si mesmo para viver cada vez mais a partir de quem você realmente é.

O seu eu poderoso, amoroso, gracioso e autentico etc.

Eis aqui um caminho para saber se você consegue identificar um traço ou uma característica do seu eu verdadeiro, ou se está preso na armadilha da autoimagem negativa:

– Quem você realmente é desperta sempre a sensação de voltar para casa?

– Quem você é quando ninguém está olhando?

– Se você se sentisse totalmente seguro, o que faria de maneira diferente?

– Quem você seria se vivesse sem nenhum medo?

Reprogramando a sua autoimagem

autoimagem - reprogramando sua autoimagem

Quero aqui desmistificar algumas coisas que vem sendo ensinadas por algumas pessoas.

Se colocar diante do espelho e dizer “estou melhorando dia após dia” não funciona muito.

A não ser que você consiga criar, ao mesmo tempo, a sensação de estar melhor.

Exemplo: Imagine que você parasse de ler este artigo por um instante e mandasse o seu coração acelerar, é muito provável que não acontecesse nada.

Mas se você imaginar que está andando por um beco escuro, pela madrugada, ouvindo passos de homens lhe seguindo, e cada vês mais próximos, é quase certo que o seu coração irá acelerar.

Isso acontece porque: As programações-chave do comportamento humano são o hábito e a imaginação e eles são muito mais poderosos do que a lógica e a determinação jamais poderiam ser.

A verdade é que o nosso corpo responde com maior presteza ao uso vivido da imaginação do que a um simples comando.

É por isso que a forma como nos vemos em nossa imaginação é fundamental para a maneira como levamos a vida.

Dizem que perguntaram a Michelangelo como ele conseguia esculpir anjos tão belos, ele respondeu: “Eu enxergo o anjo na pedra e vou removendo tudo o que está ao seu redor”

Reprogramar sua autoimagem é muito semelhante a isso.

É menos uma tentativa de ser como você gostaria de ser e mais uma questão de reconhecer a grandeza de quem você realmente é.

Entendendo esse conceito vamos agora para um exercício bem prático para você reprogramar sua autoimagem e viver de fato uma vida baseada no seu VERDADEIRO EU.

> Confira aqui o artigo completo sobre Reprogramação Mental

REPROGRAMANDO A SUA AUTOIMAGEM PARA O SUCESSO

autoimagem - reprogramando sua autoimagem para o sucesso

1. Relaxe e respire profundamente por alguns minutos, deixe os seus músculos relaxarem pois assim fica bem mais fácil soltar a sua imaginação

2. Agora imagine o seu EU verdadeiro e esplendido. Reserve esse momento de imaginação para se sentir totalmente feliz e realizado. Veja como ele se apresenta, respira, sorri, caminha e fala. Observe como ele lida com as circunstancias e com os relacionamentos.

3. Agora assim a identidade do seu EU VERDADEIRO e se integre a ele. Comece a ver através dos olhos dele, ouça através dos ouvidos dele e sinta como é bom viver a vida com o seu eu verdadeiro.

4. Termine essa etapa de programação dedicando um minutinho a sonhar acordado sobre como a sua vida vai mudar à medida que você viver, cada vez mais, através de seu eu verdadeiro.

Quando você começa a viver como seu eu verdadeiro, torna-se cada vez mais fácil agir de maneira consistente com a verdade que ele apresenta.

Conclusão:

autoimagem - conclusão

Entendemos que grande parte da nossa jornada e resultados está ligado a nossa autoimagem.

Não deixe de se examinar, de verificar em si próprio aspectos que estejam desalinhados com seu verdadeiro EU.

Se preciso retorne novamente aqui, e leia quantas vezes for necessário.

Faça e refaça a reprogramação.

Só não se permita continuar se vendo de uma forma negativa, de modo que venha a lhe prejudicar.

Tem alguma duvida ou algo a acrescentar neste artigo? Deixe seu comentário logo abaixo com sua duvida ou contribuição.

Abraços!

Referências:

Paul McKenna – Mude sua vida em 7 Dias

Dr. Lair Ribeiro

Share:
Perfil Alinhamento Mental

Deseja Sair da Teoria e ir Para o Próximo NIVEL em TODAS as Áreas da Sua VIDA?

Coloque seu e-mail abaixo e faça parte dessa comunidade de revolucionarios que mudam a si mesmos e estão TRANSFORMANDO TUDO a sua volta!

Lhe enviamos um e-mail para você confirmar que realmente deseja fazer parte da nossa comunidade! Vai lá =)